NOTÍCIAS

evasão escolar 13:37, 13 mai 2021 Secretaria de Educação de Pernambuco realiza busca ativa de estudantes da Zona Rural

Secretaria de Educação de Pernambuco realiza busca ativa de estudantes da Zona Rural

Desde o início da pandemia a regional imprime materiais complementares para os alunos com a ajuda de movimentos sociais

A Gerência Regional de Educação (GRE) Garanhuns está realizando, nesta semana, mais uma busca ativa dos estudantes da Zona Rural da região. Nesta terça-feira (12), equipes da GRE entregaram, na cidade de Bom Conselho, materiais com atividades que complementam as aulas remotas da Secretaria de Educação e Esportes (SEE), por meio do Educa-PE, e das aulas online das unidades de ensino. Toda a ação é feita em parceria com lideranças de movimentos sociais ligados ao campo. 

A atividade teve início no começo da pandemia da Covid-19, quando o ensino das escolas da Rede Estadual passou a ser remoto. Orientados pela SEE para criar estratégias de busca ativa, a GRE começou a imprimir atividades e levá-las para alunos de escolas estaduais da Zona Rural e que não têm acesso à Internet. O material é voltado para estudantes do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA), e contempla quatro eixos temáticos, que são: linguagens, ciências da natureza, ciências humanas e matemática. 

A busca ativa conta com parceiros como Movimento Sem Terra (MST), Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (Fetape), Movimento Quilombola, e Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf). “Nossa regional tem nove escolas certificadoras de diversas salas de aula espalhadas pela Zona Rural da região. Em Bom Conselho, por exemplo, a escola certificadora é a Escola Coronel José Abílio, que conta com turmas de comunidades quilombolas. Os movimentos sociais nos ajudam a mapear esses estudantes, ajudam nessa busca ativa”, detalhou Silvana Alves de Souza, coordenadora de desenvolvimento da Educação da GRE. 

Ainda segundo ela, a Gerência Regional atende, desde o início da pandemia, mais de mil alunos com os materiais impressos. Cada estudante tem cerca de dez dias para responder às questões de cada caderno, que serão corrigidos e avaliados pelos professores. “O Estado de Pernambuco está de parabéns por abraçar a educação do campo. Essa luta é histórica, é o direito dessas pessoas de enxergar o mundo através dos olhos do conhecimento. Quando vejo cada um desses estudantes com o direito de aprender, vejo Pernambuco exercendo a democracia e fazendo política pública”, acrescentou. Ainda nesta semana, as equipes da GRE vão distribuir materiais nas cidades de Iati e Águas Belas.