NOTÍCIAS

evasão escolar 10:04, 16 out 2020 No Dia dos Professores, diretor da rede estadual de Goiás foi destaque nacional no programa ‘Encontro’, da Rede Globo

No Dia dos Professores, diretor da rede estadual de Goiás foi destaque nacional no programa ‘Encontro’, da Rede Globo

Professor que visita casa dos alunos para evitar que eles abandonem a escola foi um dos convidados da jornalista Fátima Bernardes, que o considerou um grande exemplo para o país

Na data em que o Brasil comemora o Dia dos Professores, um diretor da rede estadual de ensino foi destaque nacional ao participar do quadro ‘Sofá Virtual’, do programa ‘Encontro’, da Rede Globo. Durante entrevista com a apresentadora Fátima Bernardes, nesta quinta-feira (15/10), o professor Lucimar Menezes teve a chance de contar detalhes sobre como tem trabalhado para enfrentar a evasão escolar no Colégio Estadual Santa Luzia, em Aparecida de Goiânia, nesse período de aulas não presenciais.

A estratégia adotada por Lucimar foi apontada pela apresentadora do programa como um excelente exemplo de iniciativa frente ao desafio de manter o interesse dos estudantes pelos estudos e garantir que eles não abandonem as aulas, neste momento em que eles estão longe do ambiente escolar.

A solução encontrada pelo professor foi visitar, em casa, cada aluno com participação abaixo de 70% nas aulas virtuais e com baixo rendimento nas atividades impressas. Detalhe: Lucimar chega à residência do estudante em um carro de som e de forma espalhafatosa, caracterizado como a Professora Maria Bolonha.

Que vergonha!

Questionado pela apresentadora se a ideia tem surtido resultados, Lucimar garantiu que “sim” e citou dois motivos. “O primeiro por conta da alegria, do bom humor e do lado lúdico; e o segundo porque os alunos se sentem envergonhados pela forma escandalosa de agir da professora. Muitos reclamam que estão pagando mico”, afirmou o professor. 

Fátima Bernardes destacou que a iniciativa do professor goiano foi uma forma diferente e criativa de incentivar os alunos a não desistir dos estudos, apesar dos desafios colocados pela pandemia da Covid-19. A educadora Andrea Ramal, outra convidada do programa, considerou a estratégia de Lucimar como “fantástica”.

“Esse professor nos dá um exemplo maravilhoso, pois o fato dele ir atrás dos alunos nos mostra que ele está preocupado com a vida e o futuro de cada um deles. O trabalho dele ajuda a resgatar muitos alunos que poderiam desistir da escola nesse momento”, ressaltou Andrea Ramal.

A educadora frisou ainda que “para ser professor não é preciso somente gostar da matéria; é preciso principalmente gostar de pessoas. Tem que ter envolvimento, tem que comprometer e motivar os estudantes. É um trabalho que você verá os frutos no futuro. Isso é muito gratificante porque você percebe que, com um trabalho pequeno em sala de aula, está mudando pessoas, vidas e transformando o mundo”. 

exemplo de vida

Na carreira do magistério há 17 anos, Lucimar Menezes atualmente é diretor do Colégio Estadual Santa Luzia, em Aparecida de Goiânia. A ideia de criar a personagem Professora Maria Bolonha surgiu como uma forma de transformar uma visita formal do diretor da escola dos alunos, em algo leve, descontraído e divertido.

No processo de criação da personagem, o professor conta que quis unir seu amor pela licenciatura à paixão pelas artes cênicas, de forma a motivar seus estudantes a também investirem em seu potencial e talentos. Futuro como artista, Lucimar tem, conforme destacou a apresentadora Fátima Bernardes durante o programa.

O diretor do Colégio Estadual Santa Rita faz questão de salientar que sua meta de vida hoje é não deixar que nenhum aluno da unidade educacional abandone os estudos. Essa realidade ele conhece de perto, pois entre os 11 e 14 anos teve que deixar de estudar para ajudar na sobrevivência da família.

Conforme destacou Fátima Bernardes, a história do professor goiano acaba sendo um fator motivacional para seus alunos. “De um em um, esse educador vai incentivando os estudantes a voltarem para os estudos e isso é um trabalho fundamental se a gente quer um Brasil melhor”, comentou a jornalista.


Tags: GO Governo de Goiás evasão escolar Cepis Ronaldo Caiado