NOTÍCIAS

Paraíba 16:15, 9 dez 2019 Livros do Soma são base para atividades exitosas realizadas na Escola Sesquicentenário

Foto: Daniel Medeiros

Bolas de papel embrulhadas em papeis de presente, uma caixa de papelão enfeitada e uma fila de crianças prontas para acertar o alvo. Ao final, os alunos devem contar quantas bolas entraram no cesto, quantas caíram do lado de fora e preencher a tabela preparada pela professora no quadro. Esse é o cenário de uma das atividades que a professora Aparecida de Brito desenvolveu para trabalhar as operações com dobros e triplos com alunos do 1º ano do Ensino Fundamental do Centro Estadual Experimental de Ensino-Aprendizagem Sesquicentenário, em João Pessoa.

Além dos números, as crianças têm contato com a leitura. Diariamente, a professora Aparecida inicia a aula com uma contação de histórias. Ao longo do dia, as crianças têm a oportunidade de também realizar as leituras deleite, trabalhando a concentração e a oralidade. Essas são algumas competências importantes que fazem parte do escopo de instruções do programa Soma – Pacto Pela Aprendizagem da Paraíba.

O estímulo a leitura se dá também fora da sala de aula. A escola adotou uma prática em que, a cada dia, uma das turmas pode ter um momento de acesso livro a biblioteca, para escolherem livros para levar para casa. Além de trabalhar a linguagem, Aparecida garante que os pequenos aprendem muito sobre responsabilidade. “Eles entendem que o livro não é deles e que, por isso, precisam ser bem cuidados, e é impressionante, os livros sempre voltam em ótimo estado”, conta. 

“No meu caso, a turma do 1º ano é muito heterogênea, ao ter essa percepção, eu realizo um teste de sondagem para entender as limitações de cada um e acompanhar o desenvolvimento deles a partir disso. As atividades que eu faço estão contidas nos parâmetros do livro do Soma, para mim tem sido muito prazeroso”, explica a professora.

O Programa produz e disponibiliza para escolas estaduais e municipais livros didáticos de Português e Matemática que são trabalhados em sala de aula ao longo do ano. São planejados por uma equipe da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e ofertados com financiamento e análise técnica da SEECT. Os livros e as formações produzidas pelo programa Soma auxiliam no desenvolvimento e na aprendizagem das crianças, trazendo como um dos principais resultados, a alfabetização na idade certa.

Outra atividade lúdica que a professora Aparecida conseguiu confeccionar a partir das diretrizes contidas no livro do Soma foi a caixa mágica, em que são utilizados tanto conhecimentos da matemática quanto das linguagens. Aparecida conta que essas experiências estimulam os alunos a participarem mais das aulas, além de auxiliarem no processo de ensino e aprendizagem e na fixação dos conteúdos.

Em uma outra turma de 1º ano, a professora Rosângela de Miranda tem realizado atividades voltadas para o ensino dos gêneros literários. Através do jogral e das recitações de poema, as crianças têm entrado em contato com temáticas importantes, como por exemplo, o Dia da Consciência Negra, trazendo poetas e cantores que retratam o assunto.

“Nós temos trabalhado o gênero literário, dentro desses gêneros trabalhamos, por exemplo, poemas. Eles cantam, tocam instrumentos durante a exposição. Isso tem motivado a turma, eles participam mais e ainda aprendem a ler e se apresentar melhor”, afirma a professora.

O Programa – Criado em 2017 e vinculado à Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, o Soma é um programa que visa à melhoria dos indicadores de desempenho no Ciclo de Alfabetização e à progressão da aprendizagem no Ensino Fundamental. Constitui-se numa Política Estadual de Alfabetização e um importante instrumento de colaboração entre o Estado e os municípios.

Diante da meta de promover a alfabetização plena dos alunos ao fim do 3º ano do ensino fundamental e garantir o nível de letramento adequado para os estudantes do 5º ano desta mesma etapa, o SOMA atua na base escolar com a participação dos profissionais da educação: professores alfabetizadores, diretores escolares, coordenadores municipais e supervisores regionais, realizando avaliações, analisando os resultados e propondo ações imediatas.

Em 2019 o Programa abrange 219 municípios, 3.186 escolas municipais e 659 escolas estaduais, 225.648 alunos, 237 coordenadores, 256 formadores e 12.051 professores.

https://paraiba.pb.gov.br/diretas/secretaria-da-educacao-e-da-ciencia-e-tecnologia/noticias/livros-do-soma-sao-base-para-atividades-exitosas-realizadas-na-escola-sesquicentenario


Tags: Paraíba Educação PB Alfabetização SOMA Práticas Exitosas